sexta-feira, 16 de outubro de 2009

Tudo novo de novo


À partir de agora,
Tudo funcionará de outra maneira.
Meus olhos estão abertos
pra quem, antes, não imaginaria.
Agora é a sua vez!
Então, vai a receita:


você chega mais perto
e me abraça forte.
Conta até três.


O resto do mundo, surdo,
deixa lá fora.
Fecha a porta.

[e se fecham os teus olhos nos meus desejos]

Aqui só entram a cor
e o orvalho da manhã,
em doces enlaces de
nós dois.

Um comentário: